Avançar para o conteúdo principal

Quiche Cups de Espinafres by Manila Spoon

Uma receita das Filipinas, mas que se encaixa na perfeição na nossa alimentação!




spinach quiche cups.jpg
Quiche Cups de Espinafres by Manila Spoon

A nutricionista recomenda: Para um snack ou mesmo para uma refeição principal!

Uma das dificuldades que muitos pais encontram durante a educação dos seus filhos é introduzir os legumes na alimentação dos mesmos. Ora aqui está uma excelente alternativa, por menos de 85 kcal por cada cup (de cerca de 90g).


Além disso, estes quiche cups são também uma forma de diversificar os lanches escolares da criançada.


Tenha apenas em atenção que a receita tem como opção a adição de heavy cream, sendo que aqui em Portugal até poderíamos substituir por natas, mas para quê? Resulta na perfeição sem este ingrediente!


Corte também no sal, pois como vai adicionar o queijo (que já tem sal) e pimenta (que dá sabor), não há necessidade de sobrecarregar o seu organismo com mais sal.


Para as refeições principais, basta acompanhar com, por exemplo, arroz ou massa (de preferência integrais) e arriscaria a dizer, mais uma boa dose de vegetais (uma salada colorida, caía mesmo bem!). Lembre-se que devemos alternar entre a carne, peixe e ovos (e até mesmo com refeições sem proteínas animais...
).

TOME NOTA: Esta receita é tão versátil quanto saborosa. Se não gostar de cogumelos ou espinafres poderá utilizar outros vegetais. Já imaginou com um raminho de brócolos no meio?




Ingredientes:

Azeite (para cozinhar os cogumelos)
1 embalagem de espinafres frescos (podem ser espinafres baby) – cerca de 284g
4 ovos (se as gemas forem muito pequenas, utilize 5 ovos)
1 chávena de queijo ralado à escolha (por exemplo mozzarella)
1 embalagem de cogumelos frescos cortados (cerca de 220 gramas)
1 a 2 colheres de heavy cream (opcional)
Sal e pimenta q.b.


Veja como fazer aqui

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Overnight oats by Oui Oui Saudável

x + n ideias saborosas de overnight oats!

A nutricionista recomenda: Já vimos em posts anteriores os benefícios da fibra, da mistura de várias sementes e das sementes de chia.
Mas não podia deixar de falar dos overnight oats da Oui oui saudável, pois têm sempre chia e são uma excelente forma de ingerir uma boa quantidade de fibra proveniente não só desta semente como da fruta, dos cereais integrais que normalmente adiciona, dos frutos secos, etc.

As possibilidades são muitas e pode fazer as combinações que mais gostar! Pode ser um bom pequeno-almoço, um lanche ou até uma ceia.

Fica só a sugestão de que nos casos em que utilizar iogurte opte por iogurte de aromas magro, pois mesmo o iogurte grego light não chega a ser magro. Veja aqui a definição de light. E utilize leite magro.

Ah! E beba sempre muita água! Já sabe, o aporte elevado de fibra implica que faça também uma boa ingestão de água. Saiba mais aqui.

Informação Nutricional
Tendo em conta os seguintes ingredientes e quantidades:

1…

Gravidez

Durante a gravidez não li quase nada e nem frequentei cursos de preparação para o parto. 

Se fiz bem? Não sei! 

Mas deu para não stressar com nada. 😁 

É certo que o meu marido já não era pai de primeira viagem, o que de certa forma ajudou bastante a descomplicar.

Preferi ir trocando ideias com quem já tinha sido mãe ou com quem estava também grávida e que ia lendo e frequentando esses cursos.

Confesso que passei uma gravidez santa, com exceção do segundo mês que tive de estar de repouso. De resto nem um enjoo, cólicas, dores, nada de insónias... 
Dormia tão bem que acordava de barriga para cima, mesmo no terceiro trimestre de gravidez, e aí sim... Panicava! Porque infelizmente tinha lido que quando a grávida dorme de barriga para cima o peso do bebé e o do útero pressionam os vasos sanguíneos, podendo restringir o fluxo sanguíneo e o oxigénio para o bebé. 

A melhor posição para dormir enquanto grávida é de lado e para a esquerda... mas e fazer isto enquanto se dorme? Pois é... até almofadas…

Filhos de nutricionista e alimentação... saudável

Ser filho de nutricionista nem sempre é fácil!

Para já, que o diga o meu filho de coração que teve de mudar radicalmente os seus hábitos aos 7 anos de idade!!

As regras cá de casa:

Acabaram-se os refrigerantes em casa, os “suminhos“ de pacote ou néctares. Deixamos isso para o fim de semana (num dos almoços) e aí pode escolher o que quiser. Se quiser uma cola, que seja!

Também se acabaram os douradinhos e a monotonia alimentar (bife e massa, peixe e arroz branco e sopa SÓ laranja e passada).

Isso de fazer comida diferente para filhos e pais passou a ser uma conversa do passado.

Como a minha mãe dizia: "Se não gosta, come para gostar; se gosta, come porque gosta." E ainda acrescentava: "come pouco, mas come." E foi assim que fui criada e é assim que quero criar os meus filhos.
Mas há mais...

Ainda lutamos todos os dias para comer a salada (não a quantidade que eu gostaria) ou para simplesmente experimentar uma nova fruta ou legume. Mas eu não desisto para o bem da s…