Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A primeira sopa

Nós, pais, ficamos tão ansiosos quando começamos a pensar na diversificação alimentar: não sei se é por receio da reação dos bebés ou se é pelo entusiasmo de se iniciar uma nova fase!
Mas que é giro, é!

Esta foi a primeira sopa da Malu!


Depois desta fui sempre acrescentando mais... Incluindo o alho!

A batata, a cenoura, a abóbora, a cebola, o alho, o alho francês, a alface, a curgete, o brócolo e a couve branca, agrupados 4 a 5,
são os mais utilizados para se iniciar este alimento.


Atendendo à completa ausência de
gordura neste alimento e ao reconhecimento da sua importância
na estruturação das membranas celulares e na maturação do sistema nervoso central, retina e sistema imunológico, devem ser
adicionados 5 – 7,5 ml de azeite em cru a cada dose de puré ou sopa de legumes.
Mensagens recentes

Puré de batata e beterraba

Inventar it's my middle name! 😅
Poderia ser um gelado... Ou não fossem as folhinhas de coentros a denunciar a ausência de açúcar! Quer dizer... Hoje há combinações para tudo!
Mas é apenas um puré de beterraba sem lactose e sem gluten e é ótimo!!! Melhor de tudo é que dá para miúdos e graúdos! Uma forma saudável, simples e criativa de se comer legumes! 


Fiz para todos cá de casa e antes de adicionar o sal tirei três pequenas porções para a baby Malu! 
Ora vamos lá! 
Ingredientes:
4 batatas médias 1 beterraba média  2 dentes de alho Meia cebola Azeite q. b.  Sal 1noz de manteiga (sem lactose, para ser mesmo uma receita com ausência de lactose) Água a cobrir metade dos legumes (utilizei a Bimby)
Preparação:
Descasquei as batatas e a beterraba e cortei tudo em pedaços. Levei a cozer com a cebola e alho em água a cobrir metade dos legumes. Na Bimby programei 21 min, temperatura varoma e velocidade 1. Quando acabou, adicionei o azeite e triturei tudo. Tirei as porções para a Malu e adici…

Panquecas de espelta, banana e avelãs

Mais umas panquecas fáceis de fazer e saudáveis que utilizo para a marmita do meu Jacinto, que as come simples sem adicionar mais nada. 
Faço várias... Uma pilha como se pode ver na foto! Claro que são mini panquecas para que sejam mais práticas de transportar. Para um lanche ele leva 4 ou 5.

A receita base é sempre a mesma, vou mudando o tipo de farinha e acrescento outros ingredientes. Desta vez foi farinha de espelta e avelãs. 
Ingredientes:
- 1 mão de avelãs  - 15 colheres de sopa de farinha de espelta - 1 colher de café de fermento  - 2 ovos - 1 banana - 1 chávena de leite magro 
Preparação:
Triturar as avelãs. Juntar a farinha de espelta, o fermento, os ovos, a banana e o leite. Bater tudo até obter o preparado em líquido.  Com uma concha de sopa pequena ir colocando as porções numa frigideira antiaderente. Virar apenas quando na superfície começarem a aparecer pequenas bolhas de ar. 
Depois de frias podem ser congeladas. Perfeitas para os lanchinhos intermédios dos miúdos!  Mu…

Salmão selvagem com endro

Esta receita leva-me ao saudosismo... Remete-me a uma viagem fantástica pelos EUA em excelente companhia...
Estávamos nós em 2011 em pleno Arizona no Grand Canyon a partilhar esta experiência com os amigos de longa data, Hélder e Estela!
Comer peixe para além do "fish and chips" nem sempre é fácil por aquele país e passar mais do que 2 ou 3 dias sem comer peixe para mim é ir à loucura, mas quando desfrutámos de um belo lombo de salmão temperado com esta fantástica erva aromática foi tão marcante que ainda hoje lembro do cheirinho que o prato exalava!
Bem... Até estou outra vez com água na boca!!!


A receita é super simples:
Sumo de limão
Alho
Endro fresco
Azeite
Lombos de salmão (eu utilizei do selvagem)

Misturar o sumo de limão com o alho picado, o endro e o azeite.
Regar sobre o salmão.
Levar ao forno (180°) até ficar dourado (mais ou menos assado conforme o gosto de cada um).

Simples e saudável! Acompanhei com rúcula da minha horta de varanda e com batatas cozidas.

Biberão de leite - quente ou frio?

Ui... Aqui foi sempre frio... Mas frio não é gelado... é à temperatura ambiente!
Sendo que é certo que agora no inverno a água fica mais fria... Ups... 



Pois é! Quis sempre ser prática e por isso não ia complicar a aquecer a água do leite artificial... Desde o primeiro mês que a pequena anda connosco de um lado para o outro e se tivesse de ter a logística de aquecer a água isso ia limitar-nos bastante. Por isso, leite ao natural é o que lhe ofereço.

Esta é a minha experiência... Pode não ser a melhor, mas tem corrido bem. Aliás, o meu sobrinho que está na Irlanda também foi criado assim, já tem quase 3 anos e está perfeito!!! 


O sal na alimentação das crianças - artigo Marketeer kids

Em Dezembro passado escrevi um artigo para a Marketeer kids onde abordei a questão do sal na alimentação das crianças.


Deixo aqui alguns pontos do mesmo que acho que devem ser destacados.

"A maioria dos nossos comportamentos alimentares resulta de milhões de anos de evolução e programação genética.  E, se por um lado, o sabor doce é inato e existe uma aversão natural ao sabor amargo, por outro lado, a preferência pelo salgado vai-se desenvolvendo a partir do segundo semestre de vida. O treino precoce do palato é, por isso, fundamental para que se formem hábitos alimentares saudáveis ao logo da vida. Este aspeto leva a que não se recomende a introdução do sal (e do açúcar de mesa) antes do primeiro ano de vida."


RECOMENDAÇÃO: máximo de 5g de sal por dia para crianças e adultos.
"Com a correria do dia-a-dia, e a cada vez menor disponibilidade, tempo ou vontade para cozinhar, os pais acabam muitas vezes por recorrer a produtos alimentares pré-preparados ou pré-cozinhados, …

Almôndegas vegetarianas de beringela e quinoa

Disseram-me que estas almôndegas eram deliciosas e eu não resisti e tive de experimentar!



Fiz inspirada no livro de receitas "Vegetariano em part-time", que é mesmo a minha onda. Não dispenso a carne e o peixe, mas adoro variar e comer mais vezes à base de vegetais... Uma espécie de flexitariana.


Voltemos às almôndegas...
A receita é simples e dá para cerca de 35 almôndegas!

100g de quinoa
1 cebola
2 dentes de alho
2 beringelas grandes
100g de pão ralado
50g queijo parmesão em lascas ou outro queijo qualquer
2 colheres de sopa bem cheias de pasta de azeitona ou 50g de azeitonas pretas descaroçadas
1 ovo
4 colheres de sopa de chia
1 mão de folhas de manjericão
Azeite
Sal

Para facilitar utilizei a Bimby como apoio, mas qualquer outro processador ou mesmo a varinha mágica servem.

Comecei por lavar e cozer a quinoa com 250ml de água.
Piquei a cebola (3s vel5) e coloquei numa frigideira a refogar com azeite.
Entretanto piquei o alho e a beringela (5s vel 5 e 6).
Juntei à frigidei…