Avançar para o conteúdo principal

2014 - Ano europeu contra o desperdício alimentar

Reaproveite e poupe! Evite o desperdício alimentar!



Imagem de DECO


Como é sabido, Portugal está a atravessar uma crise económica e social, onde imperam os baixos rendimentos e o desemprego atinge uma taxa de 15,6% (Dados INE, 3º trimestre 2013).

Contudo, a par desta situação, estima-se que cada habitante português esteja a desperdiçar cerca de 97kg de alimentos por ano, sendo que 31% provém do consumo em casa!

Num dos poucos estudos portugueses, o estudo PERDA, concluiu-se que nas famílias portuguesas existe uma diversidade de causas interdependentes para o desperdício, sendo que se sabe que existe um mau reaproveitamento de sobras, não existe um planeamento do que se vai consumir e uma gestão ineficiente do stock dos alimentos que se tem em casa, além disso, nas famílias com filhos o desperdício é maior pois está-se à mercê das alterações “dos apetites das crianças”, entre muitas outras situações que são facilmente contornáveis e que não iriam contribuir para o milhão de toneladas de alimentos que anualmente são desperdiçados em Portugal.

No cenário atual, este é um tema de tal ordem pertinente que o Parlamento Europeu definiu o ano de 2014 como o “European year against food waste” (Ano europeu contra o desperdício alimentar)


Saiba mais sobre o estudo PERDA aqui.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Overnight oats by Oui Oui Saudável

x + n ideias saborosas de overnight oats!

A nutricionista recomenda: Já vimos em posts anteriores os benefícios da fibra, da mistura de várias sementes e das sementes de chia.
Mas não podia deixar de falar dos overnight oats da Oui oui saudável, pois têm sempre chia e são uma excelente forma de ingerir uma boa quantidade de fibra proveniente não só desta semente como da fruta, dos cereais integrais que normalmente adiciona, dos frutos secos, etc.

As possibilidades são muitas e pode fazer as combinações que mais gostar! Pode ser um bom pequeno-almoço, um lanche ou até uma ceia.

Fica só a sugestão de que nos casos em que utilizar iogurte opte por iogurte de aromas magro, pois mesmo o iogurte grego light não chega a ser magro. Veja aqui a definição de light. E utilize leite magro.

Ah! E beba sempre muita água! Já sabe, o aporte elevado de fibra implica que faça também uma boa ingestão de água. Saiba mais aqui.

Informação Nutricional
Tendo em conta os seguintes ingredientes e quantidades:

1…

Gravidez

Durante a gravidez não li quase nada e nem frequentei cursos de preparação para o parto. 

Se fiz bem? Não sei! 

Mas deu para não stressar com nada. 😁 

É certo que o meu marido já não era pai de primeira viagem, o que de certa forma ajudou bastante a descomplicar.

Preferi ir trocando ideias com quem já tinha sido mãe ou com quem estava também grávida e que ia lendo e frequentando esses cursos.

Confesso que passei uma gravidez santa, com exceção do segundo mês que tive de estar de repouso. De resto nem um enjoo, cólicas, dores, nada de insónias... 
Dormia tão bem que acordava de barriga para cima, mesmo no terceiro trimestre de gravidez, e aí sim... Panicava! Porque infelizmente tinha lido que quando a grávida dorme de barriga para cima o peso do bebé e o do útero pressionam os vasos sanguíneos, podendo restringir o fluxo sanguíneo e o oxigénio para o bebé. 

A melhor posição para dormir enquanto grávida é de lado e para a esquerda... mas e fazer isto enquanto se dorme? Pois é... até almofadas…

Filhos de nutricionista e alimentação... saudável

Ser filho de nutricionista nem sempre é fácil!

Para já, que o diga o meu filho de coração que teve de mudar radicalmente os seus hábitos aos 7 anos de idade!!

As regras cá de casa:

Acabaram-se os refrigerantes em casa, os “suminhos“ de pacote ou néctares. Deixamos isso para o fim de semana (num dos almoços) e aí pode escolher o que quiser. Se quiser uma cola, que seja!

Também se acabaram os douradinhos e a monotonia alimentar (bife e massa, peixe e arroz branco e sopa SÓ laranja e passada).

Isso de fazer comida diferente para filhos e pais passou a ser uma conversa do passado.

Como a minha mãe dizia: "Se não gosta, come para gostar; se gosta, come porque gosta." E ainda acrescentava: "come pouco, mas come." E foi assim que fui criada e é assim que quero criar os meus filhos.
Mas há mais...

Ainda lutamos todos os dias para comer a salada (não a quantidade que eu gostaria) ou para simplesmente experimentar uma nova fruta ou legume. Mas eu não desisto para o bem da s…