Avançar para o conteúdo principal

Boas Notícias: Redução do consumo de sal entre os portugueses

Segundo um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) em parceria com a Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), que foi divulgado o mês passado, houve uma redução de 46% na mortalidade por acidente vascular cerebral (AVC) entre 2003 e 2012. Esta investigação publicada em Maio no Journal of Hypertension  baseou-se nos resultados do estudo PHYSA (Portuguese Hypertension and Salt Study) que foi já divulgado em 2013.

MAS…. Há sempre um mas…

Mesmo assim, Portugal continua no topo da tabela dos países europeus em que a mortalidade por AVC é superior à provocada por enfarte de miocárdio! Sendo que a prevalência da hipertensão na população adulta em Portugal manteve-se em níveis muito altos,  42,2% (em 2012),  e o consumo médio de sal era ainda de 10,7 gramas por dia, quase o dobro das recomendações internacionais (5g/dia).

Segundo o Dr. Fernando Pinto, presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão, “A medição da tensão deve começar por volta dos dois anos”. A hipertensão não é uma doença que só ocorre nos mais velhos, e as crianças estão sujeitas a ela, tanto é que os limites recomendados são apenas de 3g/dia. O médico alertou ainda que “Os pais por vezes não têm consciência de que estão a envenenar os filhos”, exemplificando que “alguns cereais de pequeno-almoço já têm a dose de sal recomendada para o dia todo”. A SPH é por isso uma defensora da rotulagem dos alimentos que permita perceber facilmente a quantidade de sódio/sal que estes têm, por exemplo utilizando as cores tipo Semáforo.

Por isso é que eu gosto de apresentar as receitas com os respetivos Semáforos Nutricionais, pois sei que assim é fácil perceber se estamos perante uma má (vermelho), boa (laranja) ou excelente (verde) opção! 
Saiba mais sobre este sistema simplificado aqui.

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Overnight oats by Oui Oui Saudável

x + n ideias saborosas de overnight oats!

A nutricionista recomenda: Já vimos em posts anteriores os benefícios da fibra, da mistura de várias sementes e das sementes de chia.
Mas não podia deixar de falar dos overnight oats da Oui oui saudável, pois têm sempre chia e são uma excelente forma de ingerir uma boa quantidade de fibra proveniente não só desta semente como da fruta, dos cereais integrais que normalmente adiciona, dos frutos secos, etc.

As possibilidades são muitas e pode fazer as combinações que mais gostar! Pode ser um bom pequeno-almoço, um lanche ou até uma ceia.

Fica só a sugestão de que nos casos em que utilizar iogurte opte por iogurte de aromas magro, pois mesmo o iogurte grego light não chega a ser magro. Veja aqui a definição de light. E utilize leite magro.

Ah! E beba sempre muita água! Já sabe, o aporte elevado de fibra implica que faça também uma boa ingestão de água. Saiba mais aqui.

Informação Nutricional
Tendo em conta os seguintes ingredientes e quantidades:

1…

Gravidez

Durante a gravidez não li quase nada e nem frequentei cursos de preparação para o parto. 

Se fiz bem? Não sei! 

Mas deu para não stressar com nada. 😁 

É certo que o meu marido já não era pai de primeira viagem, o que de certa forma ajudou bastante a descomplicar.

Preferi ir trocando ideias com quem já tinha sido mãe ou com quem estava também grávida e que ia lendo e frequentando esses cursos.

Confesso que passei uma gravidez santa, com exceção do segundo mês que tive de estar de repouso. De resto nem um enjoo, cólicas, dores, nada de insónias... 
Dormia tão bem que acordava de barriga para cima, mesmo no terceiro trimestre de gravidez, e aí sim... Panicava! Porque infelizmente tinha lido que quando a grávida dorme de barriga para cima o peso do bebé e o do útero pressionam os vasos sanguíneos, podendo restringir o fluxo sanguíneo e o oxigénio para o bebé. 

A melhor posição para dormir enquanto grávida é de lado e para a esquerda... mas e fazer isto enquanto se dorme? Pois é... até almofadas…

Emagrecer, fome, apetite - Qual a relação?

Sente fome ou tem apetite? Deixou praticamente de comer para tentar emagrecer e não consegue?
Desenvolver hábitos alimentares saudáveis é fundamental para o equilíbrio do organismo, incluindo regular os mecanismos fisiológicos que controlam o apetite.

Sentir fome é normal, principalmente se sente a cada 3 horas!

As refeições deverão, por isso, distribuir-se ao longo do dia, para que não fique mais de 3 horas sem comer e que tenha fome exatamente quando é altura de se fazer uma refeição.

O seu apetite também fica controlado porque os seus níveis de glicemia sanguínea (açúcar no sangue) ficam mais estáveis, não sofrendo “picos”.

Tome ainda nota que os estados de privação de alimentos (ou seja muitas horas sem comer) tornam o metabolismo mais lento e “poupador” de forma a assegurar que o organismo terá uma quantidade suficiente de energia por um longo período de tempo.
Por outro lado, o menor gasto de energia leva a um aumento do armazenamento de gordura, dificultando o emagrecimento.

Aqu…