Avançar para o conteúdo principal

Vitamina D - O poder do Sol!

Um estudo recente (agosto 2014) publicado na revista Neurology concluiu que baixas concentrações de vitamina D estão associadas ao desenvolvimento da Doença de Alzheimer, uma doença que provoca vários problemas de saúde, nomeadamente perda de memória, linguagem e pensamento. Pode consultar o artigo aqui.


A vitamina D tem inúmeros benefícios para a saúde músculo-esquelética, já que contribui para a normal absorção/utilização do cálcio e do fósforo, permitindo a manutenção de ossos e dentes normais além de permitir o normal funcionamento muscular. Além disso, contribui para o normal funcionamento do sistema imunitário.

Este novo estudo veio trazer mais benefícios a esta vitamina que se torna cada vez mais poderosa!


Como posso obter a quantidade adequada de vitamina D?



O sol é o melhor "fornecedor" desta vitamina, já que o nosso organismo produz vitamina D quando a pele é exposta aos raios UV do sol. Contudo, saiba que se apanhar sol através de uma janela de vidro, pouco ou nada produzirá, por isso, a exposição ao sol deve ser direta.


Recomenda-se que exponha os braços e pernas todos os dias durante cerca de 10 a 20 minutos
Atenção! Não se exponha nos horários "perigosos", ou seja, prefira ao início da manhã ou ao final do dia.




Para além disso, pode incluir na sua alimentação produtos que sejam fonte desta vitamina, nomeadamente, peixe gordo (salmão, atum, dourada e cavala), leite e queijo, fígado, gema de ovo e cogumelos. A maioria dos cereais de pequeno-almoço também têm esta vitamina fortificada.




Dê particular atenção:

- a determinados medicamentos que interferem com absorção desta vitamina, por exemplo o Orlistat e alguns para diminuir os níveis de colesterol sanguíneo. Como a vitamina D é lipossolúvel, acaba por ser excretada sem ser absorvida.

- se sofre de doenças que afetam o intestino, como a doença de Chron e a doença Celíaca, pois a absorção também vai estar comprometida.

- se sofre de obesidade, pois a gordura do corpo vai "prender" alguma quantidade de vitamina D, sendo que esta acaba por não chegar à circulação sanguínea para ser absorvida.

- se tem pele escura, uma vez que a absorção vai também ser reduzida, pelo que necessitará de mais tempo para obter a mesma quantidade.

- se for vegan ou vegetariano estrito, uma vez que a maioria da vitamina D que se encontra nos alimentos está nos de origem animal.


Esta vitamina pode ser tóxica?

Se exagerar no seu consumo, sim, mas o que se tem vindo a concluir é que a maioria das pessoas sofre é da sua carência
Durante os meses de Inverno os nossos níveis de vitamina D diminuem muito, pelo que lembre-se de se expor ao sol e comer alimentos que sejam fonte nesta vitamina.


Quer saber mais? Consulte este link

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Overnight oats by Oui Oui Saudável

x + n ideias saborosas de overnight oats!

A nutricionista recomenda: Já vimos em posts anteriores os benefícios da fibra, da mistura de várias sementes e das sementes de chia.
Mas não podia deixar de falar dos overnight oats da Oui oui saudável, pois têm sempre chia e são uma excelente forma de ingerir uma boa quantidade de fibra proveniente não só desta semente como da fruta, dos cereais integrais que normalmente adiciona, dos frutos secos, etc.

As possibilidades são muitas e pode fazer as combinações que mais gostar! Pode ser um bom pequeno-almoço, um lanche ou até uma ceia.

Fica só a sugestão de que nos casos em que utilizar iogurte opte por iogurte de aromas magro, pois mesmo o iogurte grego light não chega a ser magro. Veja aqui a definição de light. E utilize leite magro.

Ah! E beba sempre muita água! Já sabe, o aporte elevado de fibra implica que faça também uma boa ingestão de água. Saiba mais aqui.

Informação Nutricional
Tendo em conta os seguintes ingredientes e quantidades:

1…

Gravidez

Durante a gravidez não li quase nada e nem frequentei cursos de preparação para o parto. 

Se fiz bem? Não sei! 

Mas deu para não stressar com nada. 😁 

É certo que o meu marido já não era pai de primeira viagem, o que de certa forma ajudou bastante a descomplicar.

Preferi ir trocando ideias com quem já tinha sido mãe ou com quem estava também grávida e que ia lendo e frequentando esses cursos.

Confesso que passei uma gravidez santa, com exceção do segundo mês que tive de estar de repouso. De resto nem um enjoo, cólicas, dores, nada de insónias... 
Dormia tão bem que acordava de barriga para cima, mesmo no terceiro trimestre de gravidez, e aí sim... Panicava! Porque infelizmente tinha lido que quando a grávida dorme de barriga para cima o peso do bebé e o do útero pressionam os vasos sanguíneos, podendo restringir o fluxo sanguíneo e o oxigénio para o bebé. 

A melhor posição para dormir enquanto grávida é de lado e para a esquerda... mas e fazer isto enquanto se dorme? Pois é... até almofadas…

Emagrecer, fome, apetite - Qual a relação?

Sente fome ou tem apetite? Deixou praticamente de comer para tentar emagrecer e não consegue?
Desenvolver hábitos alimentares saudáveis é fundamental para o equilíbrio do organismo, incluindo regular os mecanismos fisiológicos que controlam o apetite.

Sentir fome é normal, principalmente se sente a cada 3 horas!

As refeições deverão, por isso, distribuir-se ao longo do dia, para que não fique mais de 3 horas sem comer e que tenha fome exatamente quando é altura de se fazer uma refeição.

O seu apetite também fica controlado porque os seus níveis de glicemia sanguínea (açúcar no sangue) ficam mais estáveis, não sofrendo “picos”.

Tome ainda nota que os estados de privação de alimentos (ou seja muitas horas sem comer) tornam o metabolismo mais lento e “poupador” de forma a assegurar que o organismo terá uma quantidade suficiente de energia por um longo período de tempo.
Por outro lado, o menor gasto de energia leva a um aumento do armazenamento de gordura, dificultando o emagrecimento.

Aqu…